Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

AIMMP transforma as preocupações ambientais das empresas em valor

ecowood_aimmp_essencia_ambiente

Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de produtos e serviços verdes inovadores por parte das empresas, transformando as preocupações ambientais em valor acrescentado, surge o projeto Eco Wood & Furniture da AIMMP – Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário de Portugal.

Um projeto criado com o intuito de potenciar a partilha de experiências, conhecimentos, resultados e boas práticas em mais de 30 empresas. Desta forma, a AIMMP procura, através da certificação das empresas, reforçar a competitividade das mesmas, assim como a sustentabilidade dos seus recursos.

O Eco Wood & Furniture pretende promover a utilização mais eficiente dos recursos, incentivar a redução e reutilização de desperdícios e minimizar a extração e o recurso a matérias-primas, tendo em vista implementar soluções de economia circular. Um projeto que visa capacitar as empresas aderentes, em diversas áreas de certificação de produto e sistemas de gestão, de forma que sejam capazes de fazer face aos desafios de competitividade e de internacionalização que atualmente o setor enfrenta. Nomeadamente, através da implementação e certificação de sistemas de gestão florestal, da implementação da cadeia de responsabilidade, de gestão florestal pelos princípios e critérios do Forest Stewardship Council, de sistema de gestão ambiental, de sistema de gestão da qualidade e da marca CNUF NP 4474. O mesmo contribui, ainda, para a incorporação de princípios da ecoeficiência e da economia circular através da implementação, informatização e sensibilização para vários sistemas de gestão ambiental e florestal para que seja possível criar valor acrescentado.

MEDIR E MELHORAR O DESEMPENHO AMBIENTAL DAS EMPRESAS DE BASE FLORESTAL

O Eco Wood & Furniture foi desenhado através de um conjunto de ações divididas por domínios prioritários de forma a alcançar a implementação e certificação de sistemas de gestão, gestão florestal, cadeia de custódia e de responsabilidade e certificação de produto, realização de ações de benchmarking, desenvolvimento de um guia de boas práticas ambientais, garantia do livre acesso a toda a informação recolhida e produzida no decorrer do projeto e incorporação de princípios de ecoeficiência nos processos extrativos e produtivos no sentido de gerar ganhos de eficiência (redução de custos de contexto).

Medir e melhorar o desempenho ambiental das empresas, determinando indicadores como o índice de circularidade e pegada de carbono, estudar a Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), dotar as empresas de argumentos para clientes de setores e regiões geográfico-culturais mais exigentes, promover a prevenção, redução, reutilização e valorizarão de resíduos rumo a uma economia circular, em linha com as políticas públicas nesse sentido, preparando assim o futuro da indústria e promover a simbiose industrial e a investigação de novas aplicações para resíduos, até agora sem aplicação material são alguns dos objetivos estratégicos do projeto.

CASTRO WOOD FLOORS: TRANSFORMAR DESPERDÍCIO EM VALOR

Exemplo da implementação destas boas práticas é a Castro Wood Floors, sedeada em Guimarães. Consciente na importância de apostar numa economia circular, otimizou todos os recursos disponíveis, bem rentabilizou e reaproveitou todos os desperdícios da matéria-prima utilizada no fabrico do seu principal produto. Para tal, todas os desperdícios de matéria-prima, bem como paletes, barrotes e outros componentes em madeira utilizados no transporte da madeira nobre e do contraplacado, são triturados em três estágios para, juntamente com o serrim produzido nas linhas de produção, alimentarem uma unidade industrial de produção de pellets.

Já a produção de pavimento flutuante incorpora apenas produtos de madeira. Uma parte significativa da produção, cerca de 90%, assenta em madeiras de crescimento rápido e de reflorestamento controlado, como é o caso do carvalho europeu, da nogueira americana e da bétula da Rússia. Na gama de produtos têm, ainda, pavimentos de valor diferenciado, desde o contraplacado folheado com madeira nobre até ao laminado com lamela de 6mm em madeira nobre. A capa inferior, em várias espessuras, é sempre em contraplacado de bétula.

A jusante do processo produtivo, dispõe de equipamentos para recuperação de diluentes utilizados no envernizamento, recuperando-o até três níveis. De modo idêntico, todos os efluentes líquidos com resíduos orgânicos são tratados na ETAR, recuperando parcialmente a água utilizada no processo industrial.

O Eco Wood & Furniture demonstra, assim, a importância da capacitação das empresas na construção de uma sociedade mais sustentável, equilibrada e justa. Só com projetos como este e com um esforço coletivo, é que conseguimos atingir patamares favoráveis na sustentabilidade ambiental do planeta.