Stay to Talk: promove o turismo sustentável e a economia ambiental

stay-to-talk-turismo-sustentável-idiomatico-essencia-ambiente

Assente na Agenda 2030 da Unesco e identificando-se com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o Stay to Talk – Instituto de Imersão Culturapromove um novo conceito de turismo – o Turismo Idiomático, com o objetivo o desenvolver o Turismo Sustentável e a Economia Ambiental, na região do Tâmega e Sousa, no Norte de Portugal. 

O projeto foi distinguido com o Prémio Douro Verde Invest 2020, tendo ficado classificado em primeiro lugar na categoria de Turismo. Este concurso foi promovido pela Dólmen Desenvolvimento Local e Regional CRL, no âmbito do Projeto Economia Ativa no Douro Verde, que visa a promoção do espírito empresarial em territórios de Baixa Densidade, sendo cofinanciado pelo Norte 2020. 

DESENVOLVIMENTO LOCAL ATRAVÉS DA SUSTENTABILIDADE E DA INOVAÇÃO 

Com o intuito de proporcionar experiências únicas de aprendizagem e de imersão cultural, Stay to Talk convida os visitantes a ter um primeiro contacto com a Língua Portuguesa, no sentido de a aprender e a praticar em contexto local. Desta feita, é possível participar numa vindima, numa desfolhada, assistir a uma peça de teatro, dançar num rancho folclórico, entre outras atividades que se encontram enraizadas na cultura local. 

Sendo um projeto que procura melhorar a qualidade de vida da população, proporcionando um diálogo intercultural, é também um contributo para o desenvolvimento local, que apela à inclusão e à coesão social, através da sustentabilidade e da inovação, criando um desenvolvimento económico e social da região. 

 O Turismo Idiomático preocupa-se, ainda, em colocar em prática regras de atuação que respeitem os contextos, as pessoas e o ambiente. Desta forma, trabalha com pequenos grupos de visita, estabelece regras de recolha dos resíduos, produzidos aquando as visitas, e oferece garrafas de água reutilizáveis, com o objetivo de consciencializar a população a estabelecer ações que preservem o Planeta.   

CRIAR ATIVIDADES TEMÁTICAS, ENVOLVER A COMUNIDADE E CRIAR UM PORTFÓLIO DA REGIÃO 

Este projeto é constituído por diferentes áreas de atuação: a área comercial, a área social e a área de investigação social. No âmbito da atuação da área comercial desenvolvem-se oficinas de língua e cultura portuguesa, que permitem ao visitante ter contacto com o idioma e praticá-lo em workshops, em caminhadas temáticas, em city break, em tours temáticos e ecológicos. 

No que diz respeito à área social, o Stay to Talk envolve-se com a comunidade local, estabelecendo uma Rede de Agentes Culturais Comunitários, criando, ao mesmo tempo, uma relação estratégica no sentido de estabelecer um contexto turístico original e único.  

Por último, esta iniciativa recolhe testemunhos, analisa documentos, entre outros, estudos que o auxiliam na preparação científica do conteúdo dos seus produtos diferenciadores, de modo a criar um portfólio histórico da região. 

 

Partilhar artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Get started

If you want to get a free consultation without any obligations, fill in the form below and we'll get in touch with you.