ZERO: Ecocréditos promovem recuperação de serviços dos ecossistemas

ecocreditos-essencia-ambiente

Com o propósito de mobilizar a população portuguesa a participar ativamente na valorização dos serviços dos ecossistemas e na preservação da biodiversidade, a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável desenvolveu o projeto Ecocréditos.

O projeto possibilita aos cidadãos, por um lado, investirem em terrenos que ofereçam serviços de ecossistemas e, por outro, reúne projetos candidatados por proprietários, arrendatários ou usufrutuários de propriedades rústicas com habitats ou espécies que precisem de ações de conservação.

Através de ecocréditos, um mecanismo voluntário de compensação de impactos ambientais  não evitáveis, os cidadãos e empresas  remuneram proprietários que promovam ações de restauro de ecossistemas, preferencialmente em espaços da Rede Natura 2000. Desta forma, o valor de cada ecocrédito, 1 euro, será convertido num metro quadrado de intervenção em terrenos selecionados.

Segundo a entidade “o valor dos ecocréditos angariados servirá para financiar diretamente uma bolsa de projetos de proprietários que promoverão ações de restauro dos ecossistemas.” Salientando, “a área destes terrenos afeta à conservação e ao fornecimento de serviços de ecossistema é convertida em ecocréditos, em que um metro quadrado corresponde a um ecocrédito que poderá ser adquirido por pessoas singulares e coletivas num plano anual de subscrição”.

PARA QUE SERVEM OS ECOCRÉDITOS

Ao subscrever os ecocréditos, o valor da subscrição será canalizado para a realização de investimentos na reabilitação, restauro ou manutenção dos ecossistemas, os quais serão geridos por uma entidade que os operacionaliza no terreno, em conjunto com os proprietários aderentes e por uma instituição na área ambiental.

Além disso, os subscritores recebem, anualmente, um relatório com os investimentos efetuados nas áreas acreditadas e sobre os resultados conseguidos. Os mesmos ficam, ainda, a saber a localização das áreas que foram sujeitas a intervenção.

Esta iniciativa, financiada pelo Fundo Ambiental, no âmbito da Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020, permite à comunidade viver de uma forma mais sustentável, uma vez que coloca à disposição dos cidadãos soluções circulares , contribuindo para um planeta mais verde, com fim à vista das graves problemáticas ambientais. 

 

 

 

Partilhar artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Get started

If you want to get a free consultation without any obligations, fill in the form below and we'll get in touch with you.