Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Vinhos da José Maria da Fonseca recebem certificação de sustentabilidade

jose-maria-fonseca-essencia-ambiente

A José Maria da Fonseca obtém a certificação de sustentabilidade FAIR’N GREEN para todos os vinhos produzidos pela empresa da colheita de 2022. Anteriormente, esta certificação já tinha sido atribuída a um dos seus vinhos mais emblemáticos: o Periquita Reserva. Esta certificação, que começou com um projeto entre produtores de vinho alemães em 2013, já certificou mais de 130 empresas em 9 países, sendo a José Maria da Fonseca o único produtor português a integrar esta lista de produtores de vinho de renome.

António Soares Franco, Presidente da José Maria da Fonseca, destaca que “depois da certificação que alcançámos no ano passado com o Periquita Reserva, uma das nossas grandes referências, quisemos expandir a certificação de sustentabilidade FAIR’N GREEN à totalidade do nosso portefólio. Se queremos continuar a preservar os recursos naturais, tal como fazemos há várias décadas, o caminho a percorrer teria de ser este.” Salientando que “estamos muito felizes com esta certificação, mas conscientes de que ela nos traz mais responsabilidades na adoção de práticas mais conscientes e amigas do ecossistema”.

EM QUE CONSISTE A CERTIFICAÇÃO FAIR’N GREEN

Fundado em 2013, o FAIR’N GREEN foi desenvolvido como um sistema para ajudar os viticultores a tornarem-se mais sustentáveis ​​ao longo do tempo. A certificação consiste num conjunto de cerca de 200 critérios que avaliam o desempenho de sustentabilidade da empresa em todas as áreas de sustentabilidade. Cada empresa recebe um relatório de gestão de sustentabilidade e um relatório da pegada ambiental. Todos os integrantes são, ainda, consultados regularmente sobre os seus respetivos campos de atuação.

O rótulo FAIR’N GREEN é usado em garrafas e outros materiais de comunicação de uma empresa certificada. A FAIR’N GREEN tem trabalhado principalmente com adegas e produtores de uva, nos últimos anos. O futuro será mais focado no cliente final e nos parceiros de retalho. A rede planeia efetuar muito mais comunicação a esse respeito, para levar a ideia do vinho sustentável não apenas para as pessoas que o produzem, mas também para as pessoas que o apreciam.

PRÁTICAS DA JOSÉ MARIA DA FONSECA EM PROL DE UM PLANETA MAIS SUSTENTÁVEL

No âmbito das suas políticas e práticas sustentáveis, a José Maria da Fonseca apostou, recentemente, na instalação de um sistema solar fotovoltaico para autoconsumo, na Quinta da Bassaqueira, em Vila Nogueira de Azeitão, que irá permitir a poupança energética de 38%. Este sistema irá, também, evitar a emissão de 250 toneladas de dióxido de carbono, por ano, que equivalem a 55 hectares de floresta ou à retirada de 139 carros da estrada por ano.

A aposta da José Maria da Fonseca em práticas ambientais começou ainda antes do aparecimento das normas ambientais ISO 14001, das quais a José Maria da Fonseca foi a primeira certificada no setor. Ainda na área da Segurança Alimentar, a José Maria da Fonseca obteve a Certificação de Segurança Alimentar IFS Food com classificação máxima de 96,40% e a renovação da Certificação de Segurança Alimentar BRCGS Food com classificação máxima AA.

A José Maria da Fonseca mantém práticas sustentáveis inovadoras como a redução de consumos de água, com objetivos e metas anuais, incluindo o tratamento e reutilização de todas as suas águas residuais. Práticas sustentáveis que fazem a diferença em prol de um planeta cada vez mais sustentável.