Terra poderá ser inabitável em 2070: um cenário preocupante de aquecimento global

aquecimento-global-terra-inabitavel-alteraçoes-climaticas-essencia-ambiente

Espera-nos um cenário catastrófico se os humanos duplicarem as emissões de dióxido de carbono atmosférico, em relação aos níveis pré-industriais. O planeta acabará por sofrer com um aumento da temperatura entre 2,6°C a 3,9°C, de acordo com um novo estudo conduzido pelo Programa Mundial de Pesquisa Climática, e desenvolvido pela Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália. Este cenário preocupante, pode ainda levar a que três biliões de pessoas vivam em locais, com temperaturas quase não habitáveis, até 2070. 

Este estudo baseia-se em três fatores fundamentais: as tendências verificadas no aquecimento global contemporâneo, os efeitos que podem atrasar ou acelerar as mudanças climáticas e as informações sobre o clima do passado.  

A menos que as emissões de gases com efeito de estufa baixem, um grande número de pessoas viverá com temperaturas médias acima dos 29°CEste acontecimento é considerado fora do nicho climático, uma vez que a sociedade não vivenciava esta ocorrência  6.000 anos. 

Os investigadores deste estudo usaram dados das projeções populacionais das Nações Unidas, o que revelou que, mesmo que os países cumpram o acordo climático de Paris, que mantem a aumento da temperatura abaixo dos 2,0°C, por considerar que qualquer aquecimento acima desse valor é um risco incomportável para a humanidade, o mundo caminhará para um aumento de 3,0°C, o que provocará alterações perigosas. 

MINIFLORESTAS NO COMBATE ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS. 

Uma nova aposta, para ajudar a combater estas mudanças climáticas, poderão ser as florestas Miyawakiminiflorestas urbanas que trazem muitos benefícios para as comunidades e, uma opção bastante fiável para os ambientalistas. Estima-se que este oásis da biodiversidade possa remover 10 gigatoneladas de dióxido de carbono, até 2050. 

Isto é apenas um exemplo de que se mudarmos mentalidades e padrões de comportamento podemos minimizar os impactos deste flagelo que é o aquecimento global, nos próximos 80 anos. 

Partilhar artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Get started

If you want to get a free consultation without any obligations, fill in the form below and we'll get in touch with you.