Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Rio Leça vai ser despoluído! Ação acontece até 2023

poluicao-rio-leca-essencia-ambiente

Despoluir o rio Leça é o grande objetivo da Associação de Municípios Corredor do Rio Leça. A entidade conseguiu garantir quatro milhões de euros para a despoluição do rio, este que já foi considerado um dos mais poluídos da Europa. Um montante que vai ajudar na intervenção da limpeza e para a beneficiação do próprio rio.

INTERVENÇÕES NO RIO LEÇA EM PROL DOS ECOSSISTEMAS E DA BIODIVERSIDADE

Esta iniciativa faz parte da candidatura ao Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (COMPETE 2020), que estabelece a cooperação entre a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a associação composta pelos quatro municípios banhados pelo Leça: Santo Tirso, Matosinhos, Valongo e Maia.

Desta forma, esta intervenção vai ser realizada no âmbito da criação do Corredor Verde e vai ser composta pelos quatro municípios banhados pelo rio que terão de aplicar o financiamento, até 2023.

Assim sendo, a intervenção do rio Leça vai passar pela limpeza, replantação das margens e contenção de erosão com recurso a técnicas de engenharia natural. Medidas que vão possibilitar a adaptação às alterações climáticas, a redução do risco de cheias e a promoção da qualidade da água.

Paralelamente, para o sucesso desta despoluição vão ser retirados todos os resíduos que estejam no leito e nas margens, tais como plásticos, pneus e outros resíduos de grande e pequeno volume que permanecem na vegetação.

Além disso, vão ser implementadas estratégias de combate às espécies invasoras, privilegiando a replantação da vegetação das margens com espécies autóctones. Sendo, por isso, fundamental a criação de zonas húmidas, de forma a restaurar os ecossistemas.

A obra de reabilitação das margens do rio Leça e principais afluentes está em marcha desde 2019. A segunda fase do corredor avançará entre a Ponte de Moreira e a Ponte do Carro. Só depois desta empreitada é que se concluirá o projeto até à foz do Leça.

Ao todo, a empreitada abrange uma área de 18 quilómetros e está orçamentada em cerca de 20 milhões de euros. Uma área que, infelizmente, ainda continua a ser alvo de descargas de resíduos poluentes. É preciso um esforço coletivo para ser possível despoluir este e outros rios. Só assim conseguiremos garantir um futuro verdadeiramente sustentável para as próximas gerações.