Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Reciclagem: Portugal só cumprirá a meta se cada português reciclar mais duas garrafas de vidro por mês

dados-reciclagem-essencia-ambiente

Segundo a Sociedade Ponto Verde (SPV), os portugueses continuam a reciclar cada vez mais, tendo sido recolhidas 108.368 toneladas de embalagens nos ecopontos nacionais no primeiro trimestre de 2023, o que significa um aumento de 3%, em comparação com o período homólogo de 2022. O país continua, assim, a atingir as metas da reciclagem das embalagens, com exceção do vidro que merece particular atenção.

De acordo com os dados do Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE) e invertendo uma tendência de crescimento observada ao longo dos últimos dois anos, fruto de uma estratégia específica para aumentar a recolha seletiva deste material, o vidro apresentou uma redução de 2%, nos três primeiros meses deste ano, face ao mesmo período em análise (aproximadamente menos uma tonelada).

Considerando que a atual taxa de reciclagem nacional deste material é de 56% e o objetivo é chegar aos 75%, até 2025, é fundamental uma maior mobilização por parte de todos os portugueses: se cada cidadão reciclar, pelo menos, mais duas garrafas de vidro por mês, as metas serão não só cumpridas como superadas.

É URGENTE RECICLAR MAIS VIDRO

Ana Trigo Morais, CEO da Sociedade Ponto Verde, refere que “as campanhas de comunicação e de sensibilização da Sociedade Ponto Verde, centradas na reciclagem de embalagens, estão permanentemente a acontecer, e este é o único fluxo urbano a cumprir com as metas nacionais, com exceção do vidro. É, por isso, fundamental convocar todos, quando o país tem novas metas para alcançar, não só nas embalagens como noutros materiais que fazem parte do nosso dia a dia enquanto consumidores”.

“Contamos, assim, com todos os portugueses para reciclarem mais embalagens, nomeadamente de vidro, onde, efetivamente, o desafio é maior, mas não devemos esquecer os outros materiais, como o alumínio, o papel/cartão ou o plástico. Para isto acontecer, precisamos de mais separação e também de melhor nível de serviço de recolha municipal”, conclui.

Os dados de desempenho do SIGRE, no primeiro trimestre de 2023, revelam ainda que foram encaminhadas para reciclagem 36.620 toneladas de papel/cartão (+9%) e 19.589 toneladas de plástico (+2%), face a igual período em 2022. O crescimento mais significativo verificou-se nas embalagens de cartão para alimentos líquidos (ECAL), cuja reciclagem ascendeu às 2.161 toneladas (+10%).

Dados que revelam um aumento de reciclagem nas escolas, no qual há um volume mais significativo de pacotes de bebidas, e que estas estão a ser depositadas corretamente no ecoponto amarelo, fruto de uma cada vez maior aposta na educação ambiental. Excelentes iniciativas em prol de um caminho futuro mais sustentável.