Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Projeto português ambiental destacado como um dos melhores da Europa

sonae-arauco-zero-defects-4.0-essencia-do-ambiente

Com o objetivo de reduzir, consideravelmente, o desperdício de matérias-primas e o consumo de energia e antecipar defeitos na produção de painéis derivados de madeira surge o Zero Defects 4.0. Um projeto nomeado para os Prémios EIT- European Institute of Innovation & Technology, na categoria Innovators, que reconhece o desenvolvimento de produtos e serviços com impacto significativo para um futuro sustentável. 

Ana Machado Silva, Senior Project Manager da Sonae e Coordenadora do Zero Defects 4.0, destaca que “o projeto criou um sistema de apoio à decisão na produção dos painéis derivados de madeira da Sonae Arauco. Com este desenvolvimento, que incorpora inteligência artificial de ponta, será possível prever a melhor combinação de parâmetros de processo, que se espera culminar numa redução de defeitos, até um patamar de defeitos zero.” Salientando, “esta nomeação para o prémio EIT, na categoria Innovators, é um reconhecimento do potencial deste projeto num contexto europeu de inovação industrial.”

Entre os melhores projetos europeus de inovação, o Zero Defects 4.0, numa fase inicial, permitirá uma redução de 10% das não conformidades de qualidade com gradual aumento, por aprendizagem automática dos modelos implementados, até à visão final dos zero defeitos. Além disso, o projeto resultará em ganhos de produtividade, alavancados por uma maior disponibilidade da linha de produção, resultante das melhorias geradas pelos dados nos processos de decisão.

MAIOR EFICIÊNCIA ATRAVÉS DA REDUÇÃO DE DESPERDÍCIOS

Além de obter uma maior eficiência através da redução de desperdícios, o Zero Defects 4.0 vai possibilitar uma diminuição das incidências de não conformidade, aumentando, assim, a qualidade dos painéis produzidos.

Este projeto teve início em janeiro de 2020, contudo, sendo bem-sucedida a validação, agora em implementação na unidade industrial da Sonae Arauco em Oliveira do Hospital, a comercialização e implementação estão previstas para 2021.

O Zero Defects 4.0, que implica um investimento de mais de €500 mil, é cofinanciado pelo EIT, uma entidade criada pela União Europeia que visa fomentar as iniciativas de tecnologia e inovação no espaço europeu.

Esta inovação representa o resultado do trabalho conjunto da Sonae Arauco, do INESC TEC – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), do Laboratory for Manufacturing Systems and Automation (LMS, Universidade de Patras, Grécia) e da InnoWave.