Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Quer poupar energia em casa? ZERO dá dicas essenciais

zero-dicas-casa-essencia-ambiente

A nível mundial, a produção de eletricidade ainda se baseia maioritariamente nos combustíveis fósseis, que continuam a representar mais de 60% das fontes utilizadas. Apesar dos dados de 2021 apontarem para que 28% da eletricidade mundial já produzida seja proveniente de energias renováveis, a procura continua a aumentar e, ao invés de diminuirmos drasticamente as emissões de dióxido de carbono (CO2), estas continuam a subir, porque o aumento da produção é feito à custa do aumento do consumo de carvão, gás natural e petróleo.

Começar por evitar o consumo desnecessário e poupar eletricidade é o ponto de partida! A carteira agradece no final do mês e o planeta também. Nesse sentido, a ZERO – Associação Sistema Terrestre Sustentável apresenta dicas a curto e a longo prazo que ajudam a poupar energia.

DICAS PARA POUPAR ENERGIA EM CASA

A CURTO PRAZO

  • Calafetagem de portas e janelas que estejam a conduzir a uma entrada significativa de ar frio na habitação.
  • No inverno, o consumo de eletricidade e gás natural aumenta muito, sobretudo devido à utilização de equipamentos de aquecimento. Na hora de os adquirir, opte pelos modelos mais eficientes, porque embora o custo à partida seja mais elevado, a curto prazo, a poupança vai compensar. Procure utilizá-los o menos possível, regulando a temperatura ambiente entre os 19º e os 22ºC de inverno e usando mais camadas de roupa. Afinal de contas, no inverno, não faz sentido andar em mangas de camisa.
  • O eletrodoméstico que mais consome energia é o frigorífico. Faça manutenção regular e mantenha sempre a temperatura entre os 3º e os 7º, evite a acumulação de gelo (combinados e arcas frigoríficas) e confirme que a parte traseira está numa zona ventilada, sem acumulação de pó.
  • Substitua as lâmpadas antigas por lâmpadas LED. A poupança é significativa, mas o mais importante é desligar as luzes nas divisões que não estão a ser utilizadas. Confira sempre a categoria energética das lâmpadas.
  • Quando estiver ao computador, reduza o consumo de energia reduzindo a luminosidade do ecrã e desligando todos os periféricos (impressoras, microfones, altifalantes, colunas, webcams, joysticks). Sempre que não estiver a trabalhar opte por desligar o equipamento. Analise as várias opções de suspensão para ver qual é a mais adequada.
  • Use sempre uma tomada com botão de corte de corrente para poder desligar os seus equipamentos elétricos e eletrónicos e protegê-los de picos de corrente. Os consumos do standby podem representar cerca de 10% do consumo total de eletricidade.
  • Lavar a roupa a 60ºgasta o triplo da energia do que se lavarmos a roupa a 30ºC. Escolha sempre temperaturas mais baixas, a roupa estraga-se menos e é igualmente eficaz.

A LONGO PRAZO

  • Investir em isolamento térmico com eco materiais ou materiais reciclados, em coberturas e pavimentos interiores ou exteriores, em paredes exteriores ou interiores. Substituir envidraçados, aplicando melhores janelas nas habitações, que reduzem significativamente as perdas de calor para o exterior, beneficiando-se também de uma redução do ruído exterior; este material tem já também uma etiqueta energética, para ajudar o consumidor a fazer uma escolha mais eficiente aquando deste investimento.
  • Informe-se sobre os programas de apoio estatais para este tipo de investimento.

Ter em conta estas dicas no dia a dia torna-se fundamental para garantir a verdadeira transição ecológica. Mas é preciso um esforço coletivo para alcançarmos a sustentabilidade integral do planeta.