Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Millennials e Geração Z revelam grandes preocupações ambientais

millenials-geração-z-essencia-do-ambiente

De acordo com o estudo “Millennial and Gen Z Survey 2021”, desenvolvido pela Deloitte, os Milennials e a Geração Z estão a canalizar esforços para ações que possam marcar a diferença no planeta, tanto ao nível das preocupações ambientais, como através de um maior envolvimento político, promovendo, assim, mudanças nas questões sociais que mais lhes dizem respeito. Para chegarem a esta conclusão, foram realizados inqueridos, a cerca de 15.000 Millennials e 8.300 jovens da Geração Z, em 45 países, o que permitiu concluir que estas gerações esperam que empresas e os governos sejam mais atuantes em questões práticas.

PREOCUPAÇÕES AMBIENTAIS DAS GERAÇÕES

As alterações climáticas e a proteção do ambiente são das maiores preocupações dos Millennials. O foco contínuo nas questões ambientais são a terceira grande preocupação apontada por esta geração, que demonstra o quão importante a defesa do planeta Terra é ainda para as gerações mais jovens.

Temas que ganham cada vez mais importância para a Geração Z, já que esta é indicada como a sua principal preocupação, mesmo durante a pandemia, quando outras ameaças à saúde, bem-estar familiar e carreiras profissionais são mais iminentes.

IMPACTO DAS AÇÕES NO MEIO AMBIENTE

Cerca de 37% dos Millennials e 40% da Geração Z acreditam que mais pessoas vão querer atuar na defesa do ambiente e do clima no pós-pandemia. O estudo demonstra, ainda, que isso poderá incluir ações e atitudes que vão desde a reciclagem até à preferência pela utilização de transportes públicos, ou até uma mudança de hábitos alimentares e de compras.

O estudo revela que estas gerações apostam em decisões alinhadas com os seus valores ambientais. Assim, mais de um quarto dos inquiridos confessaram que o impacto das empresas no ambiente, seja positivo ou negativo, teve influência direta nas suas decisões de compra. Contudo, cerca de 60% dos Millennials e da Geração Z temem que o compromisso das empresas em ajudar a combater as alterações climáticas seja agora menos prioritário, por causa dos desafios que os líderes empresariais enfrentam atualmente decorrentes da pandemia.

Por fim, o estudo conclui que a maioria dos inquiridos acredita que o mundo atravessa um momento crítico no que diz respeito às principais questões sociais, incluindo as alterações climáticas, desigualdade e discriminação.