Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Loulé caminha em direção de um futuro mais verde e equilibrado

loule-futuro-sustentável-essencia-ambiente

Com o objetivo de adaptar Loulé aos desafios ambientais atuais, o Município criou o Plano Municipal de Ação Climática. Desenvolvido na sequência da Estratégia Municipal, este é um instrumento que define o quadro de atuação municipal no âmbito das alterações climáticas, com um caráter espacial e sectorialmente preciso.

Este integra a mitigação e a adaptação face às alterações climáticas, assente num programa composto por medidas, linhas de intervenção e ações prioritárias, explicitando as formas de integração nos instrumentos de planeamento municipais, alicerçado num modelo coerente de gestão e monitorização.

Para a Câmara de Loulé os desafios ambientais e as graves problemáticas são assuntos que carecem de opinião pública “para o qual a população vai estando cada vez mais sensibilizada e alertada.” Salientando, “o Município de Loulé acredita ser fundamental que os cidadãos tenham uma palavra a dizer neste processo de elaboração do Plano. Este é, pois, o momento em que é possível os interessados darem o seu contributo, apresentando sugestões que enriqueçam o documento orientado”.

LOULÉ ALINHADO COM OS OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Entre outros municípios portugueses, Loulé tem vindo a fazer esforços em prol da sustentabilidade ambiental do planeta. Assim, o município está empenhado no combate às alterações climáticas, em sintonia com a agenda mundial.

Desta forma, procura promover, em todo o território municipal, uma resposta coerente às múltiplas problemáticas relacionadas com as mesmas, dispondo de um trabalho prévio de base, isto é, a Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Loulé, bem como de uma visão política e conhecimento técnico relacionado com esta matéria.

Para esta cidade, o envolvimento da comunidade no Plano Municipal de Ação Climática é fundamental. Desta forma, a população tem contribuído para a sua elaboração através dos membros do Conselho Local de Acompanhamento, o qual inclui associações, organizações não governamentais de ambiente, universidades, empresas, escolas, juntas de freguesia, entidades públicas locais e regionais, entre outros agentes com presença no território.  

Excelentes iniciativas às quais não podemos ficar indiferentes! São precisas ações como estas para Portugal crescer em matéria sustentável. Ainda há um longo caminho por percorrer, mas com um esforço coletivo, através da consciencialização e educação ambiental, é possível mitigarmos as graves problemáticas ambientais atuais.