Lipor promove serviços dos ecossistemas e a biodiversidade

lipor-promove-serviços-dos-ecossistemas-e-da-biodiversidade-essencia-ambiente

Em prol da valorização da natureza e de modo a avaliar os investimentos sócio ecológicos assumidos, a Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto promove serviços dos ecossistemas, de modo a criar estratégias para elevar o desempenho ambiental. Assente na metodologia “TEEB – The Economics of Ecosystems and Biodiversity”, esta entidade identificou, quantificou e valorizou economicamente as contribuições dos ecossistemas geridos.

O desenho de estratégias sociais, colaborativas e deliberativas, a compilação e revisão de toda a informação que permitisse identificar valores de investimento foram algumas das etapas que proporcionaram a análise a diferentes dimensões do bem-estar humano.

A quantificação de indicadores de valor de serviços dos ecossistemas, os benefícios sócio ecológicos e a respetiva valoração económica gerados para as comunidades locais são pontos estratégicos para a preservação e conservação do meio ambiente.

CONTRIBUTOS DOS SERVIÇOS DOS ECOSSISTEMAS E DA BIODIVERSIDADE

12 vezes superior ao investimento realizado, foi o valor total dos contributos dos serviços dos ecossistemas e da biodiversidade, promovidos pela Lipor. Em termos absolutos estimados, um investimento de 7 milhões de euros e uma estimativa de valor total dos contributos gerados pelos serviços dos ecossistemas de, pelo menos, 90 milhões de euros.

Este valor foi obtido através da quantificação e valoração económica relativas aos benefícios ecológicos ao nível da captura de carbono, do solo, de incêndios, de habitats e da biodiversidade. Dos benefícios sócio ecológicos, a partir de hortas urbanas, e dos benefícios sociais, através da estética e dos sistemas de conhecimento.

A Lipor teve apoio técnico e científico da NBI – Natural Business Intelligence, através do cruzamento dos investimentos assumidos no Parque Aventura e em projetos associados desde 2000 até 2019.

Mudar paradigmas e criar tendências na gestão dos ecossistemas deve ser o mote para a conservação da biodiversidade. Este é um bom exemplo de uma estratégia de sustentabilidade ambiental associada ao bem-estar da comunidade. A implementação deste tipo de ações é a base para a participação ativa da sociedade no meio ambiente.

 

Partilhar artigo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Get started

If you want to get a free consultation without any obligations, fill in the form below and we'll get in touch with you.