Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Ilha da Berlenga acaba com o risco ambiental e torna-se 100% sustentável

ilha-da-berlenga-acaba-com-o-risco-ambiental-e-torna-se-100%-sustentável-essencia-ambiente

Reserva natural da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, a ilha da Berlenga troca diesel por energia solar, tendo em vista a sustentabilidade em matéria energética. O projeto “Berlenga Sustentável”, resultante da parceria da EDP Distribuição com a Câmara Municipal de Peniche e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, permitiu a instalação de painéis fotovoltaicos, um sistema de armazenamento de energia e equipamentos que permitem controlar e monitorizar remotamente o sistema. 

Para solucionar o condicionamento do consumo, a ilha da Berlenga torna-se 100% renovável. Até então, o abastecimento de energia elétrica à ilha, isolada da rede elétrica de Portugal Continental, era efetuado por três geradores a diesel, com funcionamento alternado, o que significava um total de 15 mil litros gastos, anualmente, em combustível, e, para além disso, uma possível falta de energia, caso se desse um pico de necessidade.  

Com esta nova solução de energia renovável, que se traduz num investimento na ordem dos 350 mil euros, a ilha da Berlenga acaba com o risco ambiental que estava associado ao transporte de combustível marítimo, à poluição sonora e do ar.  

ENERGIA RENOVÁVEL ASSEGURA UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA

A substituição do combustível fóssil por uma fonte de energia renovável, para além de assegurar uma melhor qualidade de vida aos habitantes da ilha e a continuidade do serviço, reduz as emissões de dióxido de carbono e preserva o património natural, tornando a ilha numa referência nacional e europeia. 

Pensado e implementado segundo critérios rigorosos de integração paisagística e ambiental, este projeto é um exemplo de democratização da energia, e um pilar essencial da descarbonização da economia e da transição energética. Com este novo sistema, a ilha da Berlenga, é um caso de sucesso de autossustentabilidade.