Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

GLS certificada como uma das empresas de encomendas mais sustentáveis

gls-portugal-essencia-ambiente

A GLS Portugal, um dos principais fornecedores no segmento de encomendas, recebeu, recentemente, a distinção de ouro pela reconhecida plataforma EcoVadis. Classificado em anos anteriores com o nível de prata, o Grupo GLS vê, agora, os resultados do trabalho árduo a nível ambiental e social, de todos os países em que atua, serem reconhecidos com a distinção de ouro. Apesar de ser um reconhecimento a nível internacional, a GLS Portugal orgulha-se do seu contributo para esta classificação, resultado de toda uma política nacional assente em critérios de sustentabilidade.

A GLS Portugal salienta que “a preocupação com o ambiente e com as pessoas é uma das linhas orientadoras da GLS e ver os nossos esforços reconhecidos pela plataforma EcoVadis é uma confirmação de que o nosso compromisso ambiental com a sustentabilidade está a ser bem-sucedido.” Frisa, ainda, que “depois de alcançarmos o status EcoVadis Silver em 2020 recebemos agora a medalha de ouro. Com isso, melhoramos ainda mais o nosso resultado e pertencemos agora às 7% melhores empresas do setor com uma classificação de impacto ambiental de 80/100. A medalha de ouro EcoVadis é um reconhecimento de que a GLS está no caminho certo e um incentivo para melhorar ainda mais os nossos esforços em sustentabilidade.”

A plataforma independente e global EcoVadis é a única fornecedora universal de classificações de sustentabilidade, com parceria com mais de 90 000 empresas, e promove, anualmente, os ratings de sustentabilidade cujas métricas de avaliação se focam no ambiente, trabalho, direitos humanos, ética e compras sustentáveis.

ADOÇÃO DE MEDIDAS SUSTENTÁVEIS LEVAM À CERTIFICAÇÃO AMBIENTAL

O Grupo GLS tem vindo a seguir, particularmente nos últimos dez anos, uma estratégia de sustentabilidade ambiental, com a implementação de medidas com vista a reduzir o impacto ambiental da sua atividade.

Segundo a GLS Portugal, os esforços têm-se centrado “por um lado, no aumento da eficiência da utilização de combustívelatravés da otimização de processos operacionais e de transporte e pelo planeamento de rotas de transporte otimizadas que minimizem o número de rotas.” E, por outro lado, procuram “progressivamente diminuir e eliminar a emissão de gases que provocam efeito de estufa, através da substituição dos veículos poluentes da frota por veículos que não produzem emissões, como os veículos elétricos.”

A entidade refere que para o sucesso destas políticas de sustentabilidade ambiental, são tidos em conta também os aspetos ambientais nas nossas instalações de forma a promover a eficiência energética, como, por exemplo, o uso de materiais e equipamentos sustentáveis e a correta gestão dos recursos naturais.

Para além disso, a modernização dos procedimentos é igualmente uma preocupação, de forma a promover a digitalização e reduzir o consumo de papel ou, por exemplo, aumentar o recurso a videoconferências como forma de reduzir as viagens realizadas, contribuindo de forma positiva para a redução de emissões com efeito de estufa.

Entre os principais objetivos da GLS Portugal a médio longo prazo estão o caminho para um transporte sustentável com a redução e eliminação das emissões derivadas da atividade, a gestão responsável dos recursos e a otimização da gestão de resíduos.  Segundo Martin Seidenberg, o CEO da GLS, “estamos comprometidos em criar uma organização sustentável que atenda às necessidades do mundo ao nosso redor”. Acrescenta ainda que está “orgulhoso por estarmos a dar passos diretos que estão a ter um impacto tão positivo e a apoiar-nos uns aos outros na nossa jornada em direção ao nosso objetivo comum de criar um mundo sustentável para o futuro”.

Um excelente exemplo que demonstra que o esforço coletivo é capaz de mudar o mundo. Mas para um caminho futuro verdadeiramente sustentável são necessárias mais medidas por parte de todas as empresas, rumo à sustentabilidade integral do planeta.