Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Escola Electrão: recolhidas 300 toneladas de REEE no último ano letivo

escola-electrao-reee-essencia-ambiente

Mais de 300 toneladas de pilhas, lâmpadas e equipamentos elétricos usados foram recolhidas no âmbito da 12ª edição da “Escola Electrão”, que decorreu entre setembro de 2022 e junho de 2023. Esta campanha, promovida pelo Electrão e que sensibiliza para a necessidade de entregar os equipamentos elétricos usados para reciclagem, permitiu recolher, mais concretamente, 10,4 toneladas de pilhas; 6,3 toneladas de lâmpadas e 284 toneladas de outros equipamentos elétricos usados, como torradeiras, telemóveis ou computadores. São resultados que representam um aumento de 12% face à edição anterior, relativa ao ano letivo de 2020/2021, em que foram recolhidas 269 toneladas.

A 12ª edição envolveu, no total, cerca de 400 escolas de norte a sul do país, incluindo Açores e Madeira. O número de escolas inscritas que participam ativamente está a aumentar de ano para ano.

As escolas participantes recebem pontos em função das quantidades recolhidas, que são convertidos em prémios. Por cada 10 quilos de pilhas, 10 quilos de lâmpadas ou 100 quilos de equipamentos elétricos usados, cada escola recebe um cheque-prenda no valor de 75 euros. 

Este ano, 177 escolas recebem cheques prenda. O valor global a atribuir ultrapassa os 30 mil euros que podem ser trocados por novos equipamentos elétricos.

Ricardo Furtado, Diretor-Geral Adjunto do Electrão, afirma que “no último ano letivo, as quantidades de pilhas, lâmpadas e outros equipamentos elétricos recolhidos nas escolas voltaram a aumentar, o que confirma o sucesso de uma iniciativa que envolve toda a comunidade, em particular a escola, neste desígnio da reciclagem”.

Ao longo de 12 edições, esta campanha já permitiu a recolha de mais de seis mil toneladas de resíduos nas escolas aderentes.

ESCOLAS EM DESTAQUE NA INICIATIVA “ESCOLA ELECTRÃO”

A Escola Secundária de Serpa, no distrito de Beja, voltou a destacar-se nesta 12º edição, ao conquistar 1725 euros em cheques-prenda graças à recolha de 75 quilos de pilhas, 16 quilos de lâmpadas e 21812 quilos de equipamentos elétricos usados. Nos últimos três anos esta escola já tinha conseguido obter os melhores resultados.

O Centro de Educação e Desenvolvimento Pina Manique – Casa Pia de Lisboa, surge em segundo lugar. Alcançou 1125 euros em cheques-prenda ao recolher 27 quilos de pilhas, 1433 quilos de lâmpadas e 761 quilos de equipamentos elétricos usados.

No terceiro lugar do pódio, a nível nacional, surge a Escola Básica e Secundária de Arga e Lima, Lanheses, no distrito de Viana do Castelo, com 50 quilos de pilhas, 680 quilos de lâmpadas e 7630 quilos de equipamentos elétricos usados recolhidos.

REPÓRTERES ELECTRÃO SENSIBILIZAM PARA A RECICLAGEM

A campanha “Escola Electrão” desafia também os alunos e professores das escolas participantes a criar reportagens em vídeo sobre a reciclagem, no âmbito do concurso trimestral “Repórter Electrão”. Ao longo do último ano foram submetidos, no total, 62 trabalhos de 20 escolas.

No primeiro período foram submetidos 18 trabalhos de 11 escolas, alusivos à temática da reciclagem de embalagens. No segundo período o tema foi a reciclagem de equipamentos elétricos, o que deu origem a 20 trabalhos de 8 escolas. Na reta final do ano letivo, 10 escolas apresentaram 24 trabalhos sobre a reciclagem de pilhas e baterias.

Cada aluno e professor com trabalhos vencedores recebe um cheque-prenda no valor de 50 euros. Durante esta última edição foram distribuídos 2400 euros em prémios.

Iniciativas de grande valor que contribuem para o desenvolvimento sustentável do planeta.