Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Época das alergias é maior e mais intensa devido às alterações climáticas

epoca-alergias-essencia-ambiente

De acordo com o estudo “Anthropogenic climate change is worsening North American pollen seasons”, a época das alergias é, cada vez, mais prolongada e intensa e a culpa é das alterações climáticas. Isto porque a mudança climática, causada pelo Homem, está a aumentar a temperatura do pólen transportado pelo ar. A investigação concluiu que a época de maior concentração de pólen dura, atualmente, mais 20 dias e tem 21% mais pólen do que em relação ao ano de 1990.

Para chegarem a estas conclusões, os investigadores compilaram dados entre 1990 e 2018, a partir de 60 estações de medição do pólen nos Estados Unidos e no Canadá. E através desses números verificaram que houve um aumento da quantidade de pólen e que este começa a ser produzido 20 dias mais cedo do que em 1990, o que indica que o aquecimento global está a alterar o calendário interno das plantas. https://essenciadoambiente.pt/sonae-arauco-promove-desenvolvimento-florestal-em-portugal/

MUDANÇAS CLIMÁTICAS AUMENTAM A QUANTIDADE DE PÓLEN

Para além disso, o estudo expôs que as alterações climáticas impulsionadas pelas ações humanas desempenham um papel significativo no prolongamento do tempo do pólen e que também elevam a quantidade de pólen existente.

William Anderegg, investigador do estudo, salienta que “a forte ligação entre o clima mais quente e as estações do pólen fornece um exemplo claro de como a mudança climática já está a afetar a saúde das pessoas.

Desta forma, a mudança climática potência maiores temperaturas e desenvolve alérgenos mais fortes no ar, mais pólen e, consequentemente, mais sintomas de alergia. Estas  podem provocar um simples incómodo ou infeções nas vias respiratórias.

Através deste tipo de estudos conseguimos ter a verdadeira perceção dos efeitos das alterações climáticas não só na saúde da população, como também na qualidade de vida. Mais um alerta para a necessidade urgente de agir contra estes graves desafios atuais do meio ambiente.