Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Dicas para ter uma piscina mais sustentável em casa

dicas-piscina-sustentavel-essencia-ambient

Tem ou está a pensar em colocar uma piscina em casa? Saiba como tirar o máximo proveito da sua piscina sem prejudicar o ambiente! De acordo a Sociedade Ponto Verde, o ideal é seguir estas ideias sustentáveis para aproveitar o melhor do verão ao mesmo tempo que reduz a sua pegada carbónica.

IDEIAS SUSTENTÁVEIS:

Escolha bem a localização

Para quem vai colocar uma nova piscina em casa, o primeiro passo a ter em conta é a sua localização. Saiba que a existência de plantas ou de uma árvore perto de uma piscina ajuda a reduzir a evaporação da água. Por isso, se possível, considere colocá-la num espaço onde exista, no mínimo, uma árvore e, eventualmente, algumas plantas rasteiras.

Opte por lâmpadas LED

O segundo passo é a escolha das luzes. Se a sua piscina tiver luzes interiores, opte por lâmpadas LED em vez de lâmpadas tradicionais. As lâmpadas LED consomem menos energia e têm uma vida útil mais longa, o que reduz a necessidade de substituí-las com frequência.

Economize água

Quando pensamos no impacto que uma piscina pode ter, à memória vem, de imediato, o gasto ou o desperdício de água. Para repor os níveis de água de maneira mais amiga do ambiente pode criar um sistema de armazenamento da água da chuva, por exemplo, através de uma cisterna ou de um tanque. Desta forma, ao guardar a água que cai reduz a quantidade de água potável necessária para encher a piscina.

Outra forma de poupar mais água e evitar ter de despejar a piscina para a limpar passa por colocar uma capa protetora. Esta medida é uma das formas mais eficazes de economizar água e energia. A cobertura ajuda não só a reduzir a evaporação, como também evita o aumento de sujidade da água.

A juntar a estes fatores a capa protetora também ajuda a manter a temperatura da água mais quente.

Trate a água da piscina

O tratamento da água é uma etapa importante para tornar a piscina mais amiga do ambiente. Para começar, considere métodos de tratamento da água que reduzam o uso de produtos químicos. Existem sistemas mais naturais, como a ionização de cobre e prata, ou musgo natural que podem ajudar a manter a água limpa. 

Também o sistema de recirculação hídrica deve ser eficiente. Certifique-se de que não há nenhuma fissura ou derrame de água e que o filtro está limpo. Se possível, opte ainda por uma bomba energeticamente eficiente, para ajudar a diminuir o consumo de energia.

Nos meses em que não utiliza a piscina faça aspirações regulares e mantenha-a coberta para evitar esvaziá-la e limpá-la todos os anos.

Excelentes ideias que pode implementar para uma rotina mais sustentável. Medidas significativas para quem procura um estilo de vida com uma pegada ecológica cada vez mais equilibrada.