Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

CTT e EDP criam comunidades de energia e ajudam portugueses

EDP-ENERGIA-ESSENCIA-AMBIENTE

A EDP e os CTT – Correios de Portugal acabam de assinar uma parceria estratégica para a instalação de centrais de produção de energia solar em mais de 40 localizações. Esta parceria vai permitir criar 37 Bairros Solares com partilha de poupanças com famílias e empresas vizinhas dos espaços CTT.

Estes parques vão fornecer energia renovável aos edifícios dos CTT e, como a maioria dos locais têm mais espaço disponível do que o necessário para alimentar aquelas instalações, serão também criadas comunidades de energia, para que famílias e empresas possam também partilhar esta eletricidade renovável e beneficiar com poupanças reais nas suas faturas.

INICIATIVA PERMITIRÁ A POUPANÇA DE ENERGIA

Os membros destes Bairros Solares – nome dado pela EDP às comunidades locais de energia – terão poupanças na eletricidade de até 35%. Para além de abastecer os seus edifícios com energia sustentável e de a poderem partilhar com a população envolvente, este negócio permitirá gerar poupanças significativas aos CTT e reduzir a dependência da rede energética.

Podem aderir famílias e empresas que se encontrem na vizinhança das localizações escolhidas dos CTT. O investimento, a manutenção e a operação dos painéis serão feitos pela EDP, tal como todo o processo de angariação dos vizinhos e gestão desta comunidade.

BENEFÍCIOS PARA OS BAIRROS SOLARES

Para João Bento, CEO dos CTT “é com enorme orgulho que nos aliamos à EDP Comercial nesta iniciativa. A sustentabilidade tem uma enorme importância para os CTT e não podíamos deixar de participar num projeto que reflete de forma inequívoca os nossos valores.” Salientando que “procuramos reduzir a nossa pegada carbónica, não só através do nosso portfólio, mas também através de parcerias como a que agora firmamos com a EDP e que, acreditamos, marca o início de uma estreita cooperação para o objetivo comum: promover um mundo mais sustentável e apoiar famílias e empresas.”

Já Vera Pinto Pereira, Administradora Executiva da EDP, refere que acreditam que “este projeto será um passo fundamental para a democratização do acesso à energia solar e, por isso, na promoção de uma transição energética justa. Este é um modelo de negócio muito interessante nesse sentido, promovendo não só o consumo de energia a partir do sol, mas também gerando poupanças interessantes tanto a quem produz, como a quem consome. Ao aderir a estas comunidades, famílias e empresas estão a aliar-se à EDP e aos CTT para contribuir para um país mais sustentável”.

Este é o primeiro projeto da EDP Comercial com várias comunidades de energia instaladas em simultâneo num único cliente, contribuindo para acelerar o desenvolvimento de energia renovável em Portugal. A produção solar distribuída em pequenas centrais é uma componente essencial para alcançar os objetivos nacionais de descarbonização. No total, serão instalados cerca de 12 mil painéis solares em Portugal continental, com uma potência instalada conjunta de 6MWp e uma área equivalente a seis campos de futebol.

Ações que contribuem para um mundo mais sustentável, ajudando famílias e empresas a beneficiarem de desconto nas suas faturas de eletricidade.