Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

Criar Bosques: um projeto que visa a reflorestação de Portugal

plantações-quercus-epal-aguas-tejo-essencia-ambiente

Com o intuito de envolver entidades num esforço comum e promover sinergias necessárias que permitam melhorar, de forma gradual e contínua, o panorama das florestas portuguesas, foi criado o projeto “Criar Bosques”. A iniciativa visa, essencialmente, a criação e a conservação de bosques portugueses com espécies autóctones e o aproveitamento das suas diversas valências através da manutenção e da recuperação da floresta original.

O “Criar Bosques” objetiva, desta forma, a reprodução de árvores e arbustos autóctones, em especial de algumas espécies raras ou ameaçadas de extinção e o restabelecimento do coberto arbóreo e arbustivo autóctone em áreas públicas e privadas, através da plantação e do aproveitamento da regeneração natural. O projeto também disponibiliza plantas autóctones produzidas em viveiros para utilização em projetos conservacionistas e envolve entidades públicas e privadas no desenvolvimento do projeto através de ações que evidenciam a sua cultura de responsabilidade ambiental.

ENTIDADES ENVOLVIDAS NO PROJETO

De forma a promover a reflorestação, a Quercus, a EPAL e a Águas do Vale do Tejo promoveram ações de plantação, de 800 árvores e arbustos autóctones. As ações tiveram lugar em terrenos de infraestruturas operacionais, de abastecimento e saneamento, da Águas do Vale do Tejo.

Desta forma, ocorreram ações de plantação no Reservatório do Senhor das Almas, no Município de Oliveira do Hospital, na ETAR de Oliveira do Hospital e na ETA do Sabugal.

Estas iniciativas contaram com a presença de representantes dos respetivos Municípios e Juntas de Freguesia, da Caule – Associação Florestal da Beira Serra, de alunos e professores do Centro Escolar de Nogueira do Cravo, do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital e do Agrupamento de Escolas do Sabugal e da Quercus, decorrendo no âmbito do “Protocolo de Cooperação Estratégica para Aumento do Valor Ambiental da Empresa e Promoção da Sensibilização Ambiental”, assinado entre a EPAL e a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, em 2018.

Uma excelente iniciativa que visa uma gestão florestal adequada, uma vez que floresta portuguesa precisa de mais atenção. Mas o esforço deve ser coletivo, pois só assim é possível a adoção de medidas concretas e imediatas.