Procurar
Close this search box.
Procurar
Os mais lidos

As áreas marinhas precisam de ser valorizadas para proteger o oceano

areas-marinhas-essencia-ambiente

De acordo com o estudo “Benefits and gaps in area-based management tools for the ocean Sustainable Development Goal“ as áreas marinhas protegidas são uma ferramenta essencial para alcançar a sustentabilidade dos oceanos. Atualmente, apenas 6.4% do oceano global está protegido, mas apenas 2.7% dele tem forte proteção contra atividades prejudiciais.

As áreas marinhas protegidas ajudam a reduz os impactos ambientais e mantêm os ecossistemas saudáveis e as pescas sustentáveis. São, ainda, uma ferramenta essencial para a gestão de pescas, regulamentos de transporte e políticas de mudança climática.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO OCEANO

Mais de 25% das pescas por todo o mundo estão sobreexploradas e a maioria estão a expandir-se num nível máximo de insustentabilidade. A população continua a destruir o maior ecossistema do mundo: o OCEANO, um elemento essencial para salvaguardar a biodiversidade e também a vida humana.

À medida que o oceano se deteriora devido, essencialmente, às alterações climáticas inúmeras espécies marinhas podem desaparecer, prejudicando toda a cadeia de valor.

Exemplo de que temos de mudar é a meta de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas para o oceano. O objetivo 14 visa conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável do oceano.

Embora a atual meta seja, até 2030, proteger 30% do oceano, a verdadeira ambição é ter 100% do oceano gerido de forma sustentável para garantir um futuro verdadeiramente mais sustentável.